divisor 2

Milton Hatoum fala sobre o processo de constituição do livro ‘Dois Irmãos’ e suas relações editoriais

autor: Claudia Maria de Serrão

Exibida de 9 a 20 de janeiro de 2017, Dois Irmãos pode ser considerada uma megaprodução: com direção geral e artística de Luiz Fernando Carvalho e escrita por Maria Camargo, a minissérie estava prevista desde 2007, com o início do Projeto Quadrante, sendo retomada somente no início de 2013. No entanto, os atritos entre os gêmeos Yaqub e Omar se delineavam desde o início da década de 90, época em que o já premiado romancista Milton Hatoum passava a se debruçar sob a concepção da obra publicada pela Companhia das Letras na virada do milênio.Em 2015, ao iniciar meu mestrado em Estudos da Literatura na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), pelo Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura, encontrei no romance a oportunidade de analisar em detalhes a relações dos autores com o mercado editorial e as ligações que a circulação de um livro pode ter com gestão de figura do autor. Logo percebi que o material coletado em sites não seria o suficiente para atender minhas inquietações sobre a constituição do livro, de modo que a necessidade pela entrevista com o autor ficou evidente.Então, após o esforço inicial para entrar em contato com o autor, lá estávamos em uma tarde de 2016, numa cafeteria perto de seu escritório na região de Pinheiros, São Paulo, entre goles de café e conversas ao redor, com Hatoum me contando sobre sua trajetória como autor e sua relação com seu livro mais vendido.

publicado em: Livre Opinião – Ideias em debate