Busca

comunica

inscrições linguísticas na comunicação

Nota das Associações de Pós-graduação paulistas sobre o Future-se

Nota APG 1Nota APG 2

13 de agosto pela Educação

Para que jamais se esqueça:

The Amazon Publishing Juggernaut

A digital image of a shopping cart with an Amazon Kindle instead of a basket
Brian Danaher
Updated at 2:12 p.m. ET on August 9, 2019.

Have you read Victoria Helen Stone’s False Step? No? Surprising, given that it’s a best seller, and that you clicked on an article about books and publishing—I thought you were more widely read. Surely you’ve at least gotten through Loreth Anne White’s The Dark Bones? Julianne MacLean’s A Fire Sparkling? Claire McGowan’s What You Did? Continuar lendo “The Amazon Publishing Juggernaut”

Morte do educador Anísio Teixeira não foi acidental, sustenta professor em livro

Versão oficial aponta morte em decorrência de queda no fosso de um elevador, em 1971. Familiares e amigos nunca acreditaram e suspeitam de crime político
10:06
Defensor da educação pública, Anísio Teixeira foi conselheiro da Unesco e reitor da UnB. Morte, em março de 1971, aos 70 anos, foi considerada suspeita (Foto: reprodução)

 

São Paulo – “Anísio Teixeira foi o campeão na luta contra a educação como privilégio”, disse o sociólogo Florestan Fernandes, em texto destacado na orelha do livro Breve história da vida e morte de Anísio Teixeira – Desmontada a farsa da queda no fosso do elevador, de João Augusto de Lima Rocha, recentemente lançado pela Edufba, a Editora da Universidade Federal da Bahia, onde o autor é professor titular da Escola Politécnica. Especialista no tema, 30 anos atrás ele esteve à frente do movimento pela fundação que leva o nome do educador, morto em 1971, aos 70 anos, oficialmente após cair em um elevador no prédio do professor e crítico Aurélio Buarque de Holanda, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Continuar lendo “Morte do educador Anísio Teixeira não foi acidental, sustenta professor em livro”

Bloqueio de R$ 348 milhões em livros para a Educação Básica

O último contingenciamento de verbas editado por Jair Bolsonaro atingiu a Educação Básica, com o bloqueio de R$ 348,4 mi. O valor seria aplicado na “produção, aquisição e distribuição de livros e materiais didáticos e pedagógicos para educação básica”. O bloqueio na Educação chegam a R$ 6,2 bi em 2019, cerca de 25% do orçamento para o ano

 

Jair Bolsonaro durante Reunião com Abraham Weintraub
Jair Bolsonaro durante Reunião com Abraham Weintraub (Foto: Marcos Corrêa/PR)

 

247 – O último contingenciamento de verbas do orçamento, editado pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 30 de julho, atingiu a Educação Básica, com o bloqueio nesta terça-feira (6) de R$ 348,4 milhões. O valor seria aplicado na “produção, aquisição e distribuição de livros e materiais didáticos e pedagógicos para educação básica”. Com o novo corte, o bloqueio dos recursos da Educação chegam a R$ 6,2 bilhões em 2019, cerca de 25% do orçamento para o ano.

Continuar lendo “Bloqueio de R$ 348 milhões em livros para a Educação Básica”

A barbárie e o ódio ao conhecimento na destruição de espaços da Universidade Petrobras

Biblioteca e espaço sobre conhecimentos geológicos, vinculados à Universidade Petrobras, no Rio, foram desmontados e tiveram acervos destruídos

Jornal GGN – A Petrobras mantinha uma biblioteca e uma área sobre conhecimentos geológicos, no Rio de Janeiro, vinculados à Universidade Petrobras, responsável pela formação e atualização de profissionais e intercambistas de outras universidades. Continuar lendo “A barbárie e o ódio ao conhecimento na destruição de espaços da Universidade Petrobras”

Pelo direito às liberdades de associação e manifestação

É grave e extremamente preocupante a notícia sobre a intervenção realizada por agentes da Polícia Rodoviária Federal do estado do Amazonas junto a um grupo de professores reunidos para organizar manifestações contrárias a algumas políticas adotadas pelo governo de Jair Bolsonaro à ocasião de uma visita do presidente a Manaus prevista para esta quinta-feira (25). Continuar lendo “Pelo direito às liberdades de associação e manifestação”

Universidades dos EUA recebem 10 vezes mais dinheiro público do que de empresas para pesquisa

By Carta Campinas / in Economia e Política, Geral, Manchete, Saber & Saúde / on terça-feira, 28 maio 2019 10:33 AM

Captura de Tela 2019-07-23 às 08.23.54

O país que tem as maiores empresas de tecnologia do mundo é também o país em que o governo investe pesado em pesquisa nas universidades. E o orçamento do governo norte-americano para as universidades tem aumentado desde 1990, de acordo com a Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS), com dados da Fundação Nacional de Ciência (NSF em inglês).

Continuar lendo “Universidades dos EUA recebem 10 vezes mais dinheiro público do que de empresas para pesquisa”

Programa ‘Future-se’ cria instabilidade financeira nas universidades, alerta Renato Janine Ribeiro

Ex-ministro diz ainda que programa não foi debatido com a comunidade acadêmica, proposto por um governo que vê a educação como inimiga
 
Luis Fortes/MEC
Colaboração com as empresas, mote do Future-se, “é algo que as universidades já fazem”, segundo o ex-ministro

 

São Paulo – Anunciado pelo Ministério da Educação como forma de garantir autonomia financeira às universidades e institutos federais, a partir de fundos associados ao mercado, o programa “Future-se vai acabar criando instabilidade na financiamento do ensino superior no Brasil, alerta o ex-ministro Renato Janine Ribeiro. Ele lembra que as instituições de ensino superior já contam com autonomia na captação de recursos, e que não prospera, muitas vezes, pela falta de apoio da iniciativa privada. As diretrizes do programa foram decididas de cima para baixo, sem negociação com a comunidade acadêmica, e ferem ainda o princípio da autonomia acadêmica, garantido na Constituição. Continuar lendo “Programa ‘Future-se’ cria instabilidade financeira nas universidades, alerta Renato Janine Ribeiro”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑