O COMUNICA: foco e escopo

em 2017

DEBRAY, Régis. Manifestos Midiológicos. Petrópolis: Vozes, 1995.

DEBRAY, Régis. Transmitir. Trad. Guilherme João de Freitas Teixeira. Petrópolis: Vozes, 2000. capítulo s 3 e 4.

Projetos:  i) Amanda CHIEREGATTI; ii) Pedro Alberto Ribeiro PINTO; iii) Marina DELEGE; iv) Gustavo PRIMO; v) Letícia CLARES; vi) João MONEZI; vii) Helena Boschi

em 2016

MUSSALIM, F.; ROCHA, M.A.F. (orgs). Dossiê sobre autoria. In: Revista da ABRALIN, v.15, n.2, p. 187-215, jul./dez. 2016http://revistas.ufpr.br/abralin/issue/view/2189

RANCIÈRE, Jacques. Políticas da escrita. Trad. Raquel Ramalhete. São Paulo: Editora 34, 1995.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível. Trad. Mônica Costa Netto, 2 ed. São Paulo: Editora 34, 2009.

CLÜVER, Claus. Inter textus / inter artes / inter media. Aletria: Revista de Estudos de Literatura, [S.I.], v.14, p. 10-41, dez. 2006. ISSN 2317-2096. Disponível em: <http://www.periodicos.letras.ufmg.br/index.php/aletria/article/view/1357>.

em 2015

CAVALCANTI, Jauranice Rodrigues. As faces de uma polêmica: o episódio do livro didático “Por uma vida melhor”. In: Delta, 29, n. especial, 2013, pp. 485-501.  Disponível em: <http://revistas.pucsp.br/index.php/delta/article/view/19339>.

MAINGUENEAU, D. Discurso e Análise do discurso. Introdução. Trad. Sírio Possenti. São Paulo: Parábola, 2015.

MAINGUENEAU, D. Análise de um gênero acadêmico. In: Maingueneau, D. Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola, 2008, pp. 151-180.

SOUZA-E-SILVA, Maria Cecília Pérez. Texto/discurso: qual a relação com a leitura?. In: Brait, B; Souza-e-Silva, M. C. P. (orgs.). Texto ou discurso?. São Paulo: Contexto, 2013, pp. 183-196.

SILVA, Edivania Gomes. Ethos e fórmulas no discurso religioso. In: Motta, A. R.; Salgado, L. S. (orgs.). Fórmulas discursivas. São Paulo: Contexto, 2011. pp. 85-98.

SILVA, Edivania Gomes. O ethos nos discursos da Teologia da Libertação e da Renovação Carismática Católica. In: Motta A. R.; Salgado L. S. (orgs.). Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2008, pp. 241-253.

VILLELA-ARDENGHI, Ana Carolina; MOTTA, Ana Raquel. Brasil-paraíso: estereótipo e circulação. In: Delta, 29, n. especial, 2013, pp. 381-404. Disponível em: <http://revistas.pucsp.br/index.php/delta/article/view/19334>.

em 2014

BENVENISTE, Emile. O aparelho formal da enunciação. In: Benveniste, E. Problemas de Linguística Geral, vol. 2. Trad. Marco Antônio Escobar. 2. ed. Campinas: Pontes, pp. 81-90.

DUCROT, Oswald. Esboço de uma teoria da polifonia da enunciação. In: Ducrot, O. O dizer e o dito. Revisão técnica da tradução Eduardo Guimarães. Campinas: Pontes, 1987, pp. 161-218.

AUTHIEZ-REVUZ, Jaqueline. Hetegeneidade(s) enunciativa(s). In: Cadernos Linguísticos, Campinas, n. 19, pp. 25-42, jul/dez 1990. Disponível em: <http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/cel/article/view/3012>.

GINZBURG, Carlo. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: Ginzburg, C. Mitos, emblemas, sinais – morfologia e história. Trad. Federico Carotti. São Paulo: Cia das Letras, 1989, pp. 143-180.

MAINGUENEAU, Dominique. Unidades tópicas e não-tópicas. In: Maingueneau, D. Cenas da Enunciação. In: Possenti, S.; Souza-e-Silva, M. C. P. (orgs.), diversos tradutores. São Paulo: Parábola Editorial, 2008, pp. 11-26.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. Trad. Sírio Possenti. Criar: Curitiba, 2005.

em 2013

LANIER, Jaron. Bem-vindo ao Futuro: uma visão humanista sobre o avanço da tecnologia. Trad. Cristina Yamagami. São Paulo: Saraiva, 2012. (Capítulo 2)

SANTOS, Milton. A aceleração contemporânea: tempo-mundo e espaço-mundo. In: Dowbor, L.; Ianni, O.; Resende, P. (orgs.). Desafios da globalização. Petrópolis: Vozes, 1997.

2 verbetes do “Dicionário de Análise do Discurso”, organizado por Charaudeau e Maingueneau (São Paulo: Contexto, 2004): Comunicação (pp. 103-106) e Informação (pp. 278-279)

TENDLER, Silvio. Milton Santos, um pensador brasileiro / a globalização vista do lado de cá. Documentário de 2001.

LANIER, Jaron. Bem-vindo ao Futuro: uma visão humanista sobre o avanço da tecnologia. Tradud. Cristina Yamagami. São Paulo: Saraiva, 2012. (Capítulo 1)

em 2012
SOARES, Murilo Cesar. Tecnologia e Sociedade: a Internet como utopia. In: ¿Hacia una nueva cultura?, Barcelona, 2004. Disponível em: <http://www.cibersociedad.net/congres2004/grups/fitxacom_publica2.php?grup=11&=es&id=420>.

NOELLE-NEUMANN, Elisabeth. A Espiral do Silêncio. Uma teoria da opinião pública. Tradução André Miller (mimeo).

SILVA, Leandro Expedito. Produção cultural, trabalho e lazer ao ritmo do tecnobrega. In: Castro, A. (org.). Cultura contemporânea, identidades e sociabilidades: olhares sobre corpo, mídia e novas tecnologias . São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. Disponível em: <http://books.scielo.org/id/js9g6/pdf/castro-9788579830952-04.pdf>.

JOSEPH, Peter (prod.). Zeitgeist, the movie. EUA, 2007, 116 min. Mais informações: <http://pt.wikipedia.org/wiki/Zeitgeist,_o_Filme>.

BITTENCOURT, Renato Nunes. O relativismo da noção de verdade na Comunicação Social e o falibilismo do discurso jornalístico. In: revista Espaço Acadêmico, n. 107, abr. 2010. Disponível em: <http://www.journaldatabase.org/articles/relativismo_nocao_verdade_na.html>.

em 2011
COELHO, Olga Valeska Soares. A parte do caos: cosmologia e complexidade no mundo contemporâneo. In: Ribeiro; Villela; Coura Sobrinho; Silva (orgs.). Leitura e escrita em movimento. São Paulo: Peirópolis, 2010, pp. 29-45.

FARO, José Salvador. “Marshall McLuhan 40 anos depois: a mídia como a lógica de dois tempos”. In: Fronteiras – estudos midiáticos, vol. VI, n. 2, julho/dezembro de 2004. Unisinos.

KRIEG-PLANQUE, Alice. Por uma análise discursiva da comunicação: a comunicação como antecipação de práticas de retomada e de transformação dos enunciados, In: Linguasagem – revista eletrônica de divulgação científica, 16a. edição, DL -UFSCar, São Carlos. Disponível em: <http://www.letras.ufscar.br/linguasagem/edicao16/index.php>.

LEMOS, André. CIBER-CULTURA-REMIX. In: <http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/andrelemos/remix.pdf>.

SANTOS, Boaventura de Sousa. “Um discurso sobre as Ciências na transição para uma ciência pós-moderna”. In: Estudos Avançados, vol. 2., n. 2, ago. 1988. (artigo completo em http://www.scielo.br)

Anúncios