Busca

comunica

inscrições linguísticas na comunicação

mês

janeiro 2017

Quem vai ver meu filme?

por NINJA

A pergunta e a inquietação na cabeça dos novos cineastas é o pontapé para se pensar novas soluções de distribuição de cinema. Em entrevista para Mídia NINJA o diretor e produtor Cavi Borges comenta algumas das alternativas possíveis.

Cavi Borges é produtor e diretor de cinema. Em 1997 Cavi abriu a vídeo-locadora Cavídeo, que hoje é uma produtora com mais de 200 filmes.
Equipe NINJA entrevistando Cavi durante a 20ª Mostra de Cinema de Tiradentes. Foto: Mídia NINJA
Eu faço muitos filmes e depois de fazer esses filmes vem aquela pergunta né: O que fazer com esses filmes? onde passar? onde exibir? como vender? vai pro cinema? vai pra TV? on demand? Então eu tenho há algum tempo estudado e aprofundado um pouco mais nessa pesquisa sobre novas formas de distribuição.

Continuar lendo “Quem vai ver meu filme?”

‘São Paulo está matando a própria cultura’, diz curador alemão de arte urbana

Deutsche Welle

Clarissa Neher | Deutsche Welle | São Paulo – 27/01/2017 – 18h01

por Opera Mundi

Curadores e colecionadores de arte urbana consideram iniciativa da prefeitura de apagar grafites uma forma de censura; cidade é referência mundial, com obras que entraram para a História da Arte
arthur detal / Flickr CC

Grafiteiros em SP: ‘não há nenhuma cidade no mundo que tenha atualmente tanto significado para a arte urbana global como São Paulo’, diz Robert Kaltenhäuser
***

A iniciativa do prefeito João Doria de apagar grafites em São Paulo causou indignação entre artistas e tem impulsionado protestos na cidade. Especialistas em arte urbana ouvidos pela DW Brasil consideram a medida uma forma de censura e criticam a ausência de embasamento técnico para a decisão.

Continuar lendo “‘São Paulo está matando a própria cultura’, diz curador alemão de arte urbana”

‘Festiva’ reúne ativismo e cultura de redes no Rio de Janeiro

22 janeiro 2017 6:24 AM‎
Foto: Mídia NINJA / Cobertura Colaborativa

O que é cultura de rede e midiativismo? Quais as principais experiências de coletivos? Como eles se financiam? Muitas respostas para esses questões foram apresentadas no ‘Festiva’, realizado no Território Inventivo, no Rio de Janeiro, entre os dias 20 e 22 de janeiro. Continuar lendo “‘Festiva’ reúne ativismo e cultura de redes no Rio de Janeiro”

Oito pessoas detêm riqueza equivalente à de metade da população mais pobre do mundo

Deutsche Welle

Deutsche Welle | Bonn – 16/01/2017 – 11h36

via Opera Mundi

Entre os mais ricos, todos são empresários e homens, afirma relatório da Oxfam. Para a organização internacional, o nível de desigualdade “ameaça fraturar nossa sociedade”

O abismo social entre os super-ricos e as camadas mais pobres da população mundial é maior do que se pensava, com apenas oito pessoas detentoras de uma riqueza equivalente ao acúmulo total da metade menos favorecida do mundo, ou seja, 3,6 bilhões de indivíduos. O alerta foi feito nesta segunda-feira (16/01) pela ONG Oxfam (Comitê de Oxford de Combate à Fome), por ocasião da realização nesta semana do Fórum Econômico Mundial de Davos. A ONG chamou a atenção para um nível de desigualdade que “ameaça fraturar nossa sociedade”.

Continuar lendo “Oito pessoas detêm riqueza equivalente à de metade da população mais pobre do mundo”

Mulher no cinema, um retrato fora de foco

170111_Os passaros The Birds Alfred Hitchcock filme

Histéricas, traiçoeiras, frígidas ou mães coragem: representação do feminino nas telas é preconceituosa e desigual — e nem Hitchcock escapa. É que mulheres não decidem o que vai para as telas

Por Beth Sá Freire

A primeira vez que me dei conta da má representação do feminino no cinema foi no Festival de Curtas-Metragens de Clermont-Ferrand, na França, em 2001, a primeira das quinze vezes em que estive naquele festival. Continuar lendo “Mulher no cinema, um retrato fora de foco”

Facebook anuncia estratégias para estreitar o relacionamento com a imprensa

Redação Olhar Digital 11/01/2017 16h01

Como parte de seu compromisso de reduzir o número de notícias falsas em sua plataforma, o Facebook anunciou, nesta quarta-feira, 11, o “Projeto Jornalismo”, que consiste em uma série de medidas para estreitar o relacionamento da empresa com os produtores de conteúdo, além de determinar quais fontes de informação são confiáveis.

Continuar lendo “Facebook anuncia estratégias para estreitar o relacionamento com a imprensa”

Maldito Foucault! As prisões brasileiras são campos de concentração para os pobres

Ivana Bentes

O Estado brasileiro “terceirizou” a barbárie, entregando a gestão dos presídios às facções e consentindo que os agentes do Estado matem e deixem morrer.

 

O ser humano é descartável no Brasil. Como modess usado ou Bombril

(Mano Brown. Diário de Um Detento)

“Quem matou abriu o peito, tirou o coração, cortou as pernas e os braços. Furaram os olhos dele. A cabeça parecia uma máscara, um bicho atropelado. Sabe quando você pega a cabeça de um boi? Por que essa crueldade que fizeram com ele?”

A descrição do parente de um dos 93 presidiários assassinados neste início de 2017 em três penitenciárias do norte do país (em Manaus e Boa Vista) não é apenas um relato da barbárie e da demonstração de poder das facções criminosas que dominam e governam as prisões brasileiras.

Continuar lendo “Maldito Foucault! As prisões brasileiras são campos de concentração para os pobres”

Mais de 50 jornalistas foram agredidos no Brasil em 2016, aponta relatório da Fenaj

captura-de-tela-2017-01-10-as-09-40-29

Cinquenta e oito casos de agressões físicas contra jornalistas brasileiros. Esse é um dos dados que estará presente no Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Expressão – 2016, que será apresentado pela diretoria da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) na quinta-feira, 12, no Rio de Janeiro. O número em questão é maior do que o registrado em 2015, quando 49 profissionais da área foram agredidos fisicamente.

Continuar lendo “Mais de 50 jornalistas foram agredidos no Brasil em 2016, aponta relatório da Fenaj”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑