Busca

comunica

inscrições linguísticas na comunicação

Autor

grupo de pesquisa comunica

Wikipedia Is the Last Best Place on the Internet

illustration with different subjects on top of individual puzzle pieces
Illustration: Michael Haddad

In its first decade of life, the website appeared in as many punch lines as headlines. The Office‘s Michael Scott called it “the best thing ever,” because “anyone in the world can write anything they want about any subject—so you know you are getting the best possible information.” Praising Wikipedia, by restating its mission, meant self-identifying as an idiot.

That was in 2007. Today, Wikipedia is the eighth-most-visited site in the world. Continuar lendo “Wikipedia Is the Last Best Place on the Internet”

Design inteligente não é ‘alternativa’ à teoria da evolução. E nem é ciência

O físico Paulo Nussenzveig alerta: “Ensinar ideias criacionistas em aulas de ciências confunde os alunos sobre aquilo que é ciência e aquilo que não é”

Teoria do design inteligente não se baseia em método científico e não pode ser comparada à teoria da evolução (imagem: Wikimedia Commons)

São Paulo – “Pra fazer ciência não basta reproduzir certos rituais e imitar trejeitos de cientistas. É preciso seguir cuidadosamente os princípios do método científico. Em especial, é preciso começar formulando hipóteses que possam ser testadas de forma criteriosa, a fim de poder descartá-las ou aumentar a confiança na sua verificação.” Continuar lendo “Design inteligente não é ‘alternativa’ à teoria da evolução. E nem é ciência”

afinal, o que faz um editor?

Borboleta Azul Convida 4.

Conversa com os editores Eduardo Lacerda, Rodrigo Novaes de Almeida e Marcelo Nocelli, das Editora Patuá, Revista Gueto e Editora Reformatório, respectivamente, sob mediação de Marcelo da Silva Antunes. Sobre processos editoriais, desafios do mercado e novidades.

CIA espionou comunicações no Brasil e em mais de 120 países do mundo

Wikimedia Commons

Governos estrangeiros pagavam a empresa suíça Crypto AG pelo privilégio de ter suas comunicações mais secretas monitoradas pelas agências de inteligência

Durante meio século até 2018, mais de 120 governos ao redor do mundo, incluindo o México, confiavam em uma única empresa suíça para manter secretas as comunicações com seus espiões, militares, diplomatas e outros governos, mas nenhum sabia que os donos reais dessa empresa eram a CIA e sua contraparte alemã BND, revelou o Washington Post. Continuar lendo “CIA espionou comunicações no Brasil e em mais de 120 países do mundo”

Semana de Arte contra a Barbárie pela liberdade cultural em São Paulo

Diversos artistas participam de maratona cultural que ocorre a partir desta terça (11) e segue até o dia 18, com apresentações no Teatro Municipal e na Avenida Paulista
 11:16
DIVULGAÇÃO

“Nós vamos com alegria conversar com a população. É nossa função ser esse retrato da nossa sociedade rica”, destaca idealizadora da Semana de Arte contra a Barbárie

São Paulo – Em defesa da liberdade de expressão, centenas de artistas participam a partir desta terça-feira (11) da Semana de Arte contra a Barbárie. Um evento gratuito, organizado pelo Movimento Artigo Quinto (MA5º), que até o dia 18 apresenta manifestações teatrais e de dança, artes plásticas, cinema e literatura nas escadarias do Teatro Municipal, no centro da cidade de São Paulo, em protesto contra o desmonte da cultura, à censura e suas tentativas com a ascensão de governos autoritários.

Continuar lendo “Semana de Arte contra a Barbárie pela liberdade cultural em São Paulo”

Sobre edição, ilustração e revisão de textos: “Um Mundo sobre Papel – Museu Plantin-Moretus”

Um Mundo sobre Papel – Museu Plantin-Moretus. O documentário conta a história de uma das primeiras editoras da era pós-Gutenberg. A casa foi fundada na Antuérpia em 1555 e esteve ativa até 1876. Publicou os primeiros livros importantes na área de História Natural, Medicina, Geografia.

Apresentação de Iris Kantor – Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo, professora do Departamento de História na Universidade de São Paulo, onde leciona as disciplinas de história ibérica, história da historiografia colonial brasileira e história da cartografia ibero americana.

Tradução para o Português: Milena Natividade Cruz e Victor Bertochi

Edward Snowden : « Les accusations contre Glenn Greenwald menacent la liberté de la presse »

Captura de Tela 2020-02-02 às 16.27.35
reprodução via RBA

 

Les poursuites engagées par la justice brésilienne contre le journaliste américain ne sont rien de moins qu’une tentative de bâillonner les médias, estime le lanceur d’alerte dans une tribune au « Monde ».

Publié le 31 janvier 2020 à 05h00 – Mis à jour le 31 janvier 2020 à 08h28

Le Monde

Por que empresas como Amazon e Google estão interessadas em comprar o Serpro?

O programa de privatizações do governo federal começa a acelerar, desmontando empresas como o Serpro e a Dataprev, que têm bancos de dados com informações de cada cidadão brasileiro
10:21
   
SindpdCE-reprodução
Se as informações dos bancos de dados do Serpro e da Dataprev não são importantes, gigantes da tecnologia não se interessariam por elas

 

Recife – O governo federal colocou o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) e a Empresa de Tecnologias e Informações da Previdência Social (Dataprev) no Programa Nacional de Desestatização. A privatização das empresas, responsáveis por gerir a infraestrutura de tecnologia do país, já havia sido anunciada em agosto – mas, agora, já tem previsão de fechamento de algumas unidades. O Brasil de Fato conversou com Sheyla Lima, presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados, Informática e Tecnologia da Informação do Estado de Pernambuco (Sindpd-PE) sobre o que estas privatizações significam para o país. Continuar lendo “Por que empresas como Amazon e Google estão interessadas em comprar o Serpro?”

Criacionista é indicado do governo Bolsonaro para presidir a Capes

Benedito Guimarães Aguiar, evangélico que defende criacionismo, comandará a pós-graduação no Brasil

Redação RBA, 
Negação da ciência é marca do governo Bolsonaro, cujo ideólogo, Olavo de Carvalho, flerta com a terra plana - Créditos: Foto: Creative Commons
Negação da ciência é marca do governo Bolsonaro, cujo ideólogo, Olavo de Carvalho, flerta com a terra plana / Foto: Creative Commons

Mais uma substituição no Ministério da Educação, comandado por Abraham Weintraub: Benedito Guimarães Aguiar foi o escolhido do governo de extrema direita do presidente, Jair Bolsonaro (sem partido), para presidir a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O evangélico já chega cercado de polêmicas. Aguiar foi reitor da Universidade Presbiteriana Mackenzie e defende uma abordagem criacionista em contraponto à teoria da evolução. Continuar lendo “Criacionista é indicado do governo Bolsonaro para presidir a Capes”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑