Busca

comunica

inscrições linguísticas na comunicação

Tag

educação

Com o maior programa de alfabetização do país, Piauí é alvo da ‘indústria da denúncia’

“Usam técnicos do TCE, já conhecidos na arte de fazer espetáculo, para prejudicar os mais pobres”, diz Wellington Dias

Por Redação RBA, Publicado 18/07/2022 – 19h21, Marcello Casal Jr./ABR

alfabetização

A meta do Piauí é alcançar acima de 200.000 pessoas alfabetizadas e reduzir de 16% para 8% a população com mais de 15 anos analfabeta e chegar assim à média brasileira

São Paulo – Com o maior programa de alfabetização do país e reconhecido na área da educação, o Piauí virou alvo da chamada “indústria da denúncia”. Com saudade do tempo em que faziam assessoria de imprensa para a Operação Lava Jato, alguns veículos passaram a divulgar reportagem ao estilo golpista.

E chegam a afirmar que, segundo relatório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a Secretaria da Educação incluiu “mais de mil mortos, além de servidores públicos” em uma política “milionária” de combate ao analfabetismo. Isso nas gestões do ex-governador Wellington Dias (PT), pré-candidato favorito ao Senado, e da sua sucessora, a professora Regina Sousa, do mesmo partido.

“Fizeram uso da indústria de denúncia e usando técnicos do TCE, já conhecidos na arte para fazer espetáculo e uso na disputa eleitoral de 2022″, disse Wellington, ressaltando que o objetivo dos denunciantes é parar o programa. E, como sempre, prejudicar os mais pobres. “É só isto que querem, nada mais. Graças a Deus, conselheiros e conselheiras do TCE assumiram a coordenação do processo e passaram a trabalhar dentro da lei. Que bom que o TCE está acompanhando, nos dá segurança para fazer o melhor! E sugestões para aperfeiçoar serão muito bem vindas.”

Continuar lendo “Com o maior programa de alfabetização do país, Piauí é alvo da ‘indústria da denúncia’”

Design inteligente não é ‘alternativa’ à teoria da evolução. E nem é ciência

O físico Paulo Nussenzveig alerta: “Ensinar ideias criacionistas em aulas de ciências confunde os alunos sobre aquilo que é ciência e aquilo que não é”

Teoria do design inteligente não se baseia em método científico e não pode ser comparada à teoria da evolução (imagem: Wikimedia Commons)

São Paulo – “Pra fazer ciência não basta reproduzir certos rituais e imitar trejeitos de cientistas. É preciso seguir cuidadosamente os princípios do método científico. Em especial, é preciso começar formulando hipóteses que possam ser testadas de forma criteriosa, a fim de poder descartá-las ou aumentar a confiança na sua verificação.” Continuar lendo “Design inteligente não é ‘alternativa’ à teoria da evolução. E nem é ciência”

Carta de Maringá: APOLL em defesa da pós-graduação na área de Linguística e Literatura

Captura de Tela 2019-07-12 às 09.52.46

Palavras Iniciais
A área de Linguística e Literatura, por meio de seus Programas de Pós-graduação, cumpre historicamente um papel importantíssimo na formação de quadros especializados para a pesquisa, o ensino, a extensão, a preservação da diversidade de línguas, literaturas e culturas no Brasil. Forma professores para todos os níveis de ensino, tradutores, pesquisadores, intérpretes, críticos, editores e profissionais que impactam diretamente a economia, a cultura e o desenvolvimento da sociedade
brasileira. É inadmissível que, a exemplo do que ocorreu com Museu Nacional e o Museu da Língua Portuguesa, esta área de conhecimento e seus Programas de Pós-graduação sofram ataques de políticas que não as valorizam e ameaçam a sua existência.

Carta de Maringá – 28-06-2019

NOTA CONJUNTA DOS EX-MINISTROS DA EDUCAÇÃO

Controle estrangeiro de editoras tenta impor mais perdas aos trabalhadores

Livros didáticos

Para secretário da SEEL-SP, empresas controladas por fundos de investimentos deverão atuar de forma econômica e política para aumentar seus lucros, em detrimento da educação, cultura e soberania locais
por Cida de Oliveira, da RBA publicado 13/05/2018 18h05, última modificação 13/05/2018 18h08
Arquivo/EBC
livro editoras estrangeiras

Independentemente do formato e do material utilizado, o negócio lucrativo dos livros didáticos deve ficar na mão de um pequeno e poderoso grupo de empresários

São Paulo – Quando os donos do negócio não têm rosto, pois se escondem atrás de fundos de investimentos que operam em vários países, fica difícil falar em soberania. Continuar lendo “Controle estrangeiro de editoras tenta impor mais perdas aos trabalhadores”

Pesquisa mostra que jovem não sabe reconhecer notícia falsa

Uma pesquisa feita pela Universidade Stanford classificou como “lamentável” a capacidade que jovens têm de processar informações encontradas nas redes sociais.

Crédito:Divulgação

De acordo com a Folha de S.Paulo, foram feitos testes com 7.804 estudantes de instituições de ensinos fundamental, médio e faculdades ao longo de 18 meses em 12 Estados americanos. Continuar lendo “Pesquisa mostra que jovem não sabe reconhecer notícia falsa”

Educação: mitos, ameaças e desinformação…

Carina e o tamanho do Golpe na Educação

Quem não gosta de democracia age no escuro
publicado 04/07/2016
carina vitral.jpg

Às amigas e aos amigos do Conversa Afiada, primeiramente Fora Temer. Em segundo lugar, um caloroso abraço. Sou Carina Vitral, presidenta da UNE e ocuparei esse espaço nos próximos meses para debatermos a democracia no nosso país e os desafios que se colocam nesse delicado momento da nossa história. Estou feliz em juntar forças com o nosso PHA e com o time dos blogueiros “sujos” que, nos últimos anos e principalmente agora, fazem a verdadeira resistência contra o golpe e a mídia hegemônica.

Continuar lendo “Educação: mitos, ameaças e desinformação…”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑