Opera Mundi| São Paulo – 29/07/2016 – 15h41

Medida será adotada a partir do próximo ano letivo; segundo ministros da Educação de França e Portugal, objetivo é reforçar relação bilateral

 

Os ministros da Educação de Portugal, Tiago Brandão Rodrigues, e França, Najat Vallaud-Belkacem, informaram na segunda-feira (25/07) por meio de comunicado que, a partir do próximo ano letivo, o português será integrado ao sistema educativo francês como língua estrangeira, com o objetivo de reforçar a relação bilateral entre as nações.

Português será incorporado a sistema educativo francês [Ana Yacobi/FlickrCC]

 

De acordo com o Ministério da Educação de Portugal, os alunos franceses que quiserem aprender o idioma poderão começar a fazê-lo a partir do ensino fundamental e seus estudos poderão se estender por todo o ensino médio. “Assim se encoraja uma aprendizagem mais longa, mais profunda e mais integrada da língua portuguesa”, diz o comunicado.

“Com esta declaração, acima de tudo, conquistamos, por um lado, que o português possa ser ensinado na França como língua estrangeira viva, com a sua integração nos currículos do sistema escolar. Isto é, em vez de ser uma língua supletiva, uma língua que complementava os currículos, a partir de agora, o português passa a fazer parte do sistema escolar, completamente integrado”, disse à Agência Lusa o ministro português, Tiago Brandão Rodrigues.

“Acima de tudo, é importante entender que o francês e o português apresentam-se como línguas de dimensões internacionais, como línguas de trabalho de organizações internacionais, mas também como línguas da ciência, línguas de culturas, línguas de comunicação”, afirmou.

Em Portugal, o francês é a segunda língua estrangeira mais ensinada, depois do inglês.

***

Veja também:

Crianças portuguesas são proibidas de falar língua materna em escolas de Luxemburgo

Esquerda.Net | Luxemburgo – 11/11/2014 – 16h05

Anúncios